Raio de luz® - em 6 de Dezembro de 2005


Raio de luz
Cegou-me a alma
Trouxe vida ao meu mundo
Renovo profundo

Raio de luz
Que a tudo sonda
Nem o coração esquece
Conhece e aquece

Raio de luz
Que abala, transforma
Faz ver sem visão
Crer sem o amanhã saber

Este raio é Jesus
Lâmpada para os pés
Para o caminho, luz

Pão® - em 5 de Dezembro de 2005


Do céu desceu
Pão da Vida
De Deus a promessa
Alegria!
Quem a Ele se achega
Fora não será lançado.
No último dia, ressuscitado.
Pão que a fome sacia,
A sede sacia,
De paz alimenta.
É Jesus, maná de Deus.

Angústia® - em 30 de Outubro de 2005


4 Recuperando alguns textos perdidos ... e fugindo um pouco da ordem cronológica no blog.


Vontade de sumir, fugir.
Vontade gritar, voar.
Ir pra bem longe
Buscar um canto no mundo
Que me restaure a alegria,
Que me dê nova energia
Pra me limpar desse pensamento imundo
De nada fazer, de tudo sofrer,
De me sentir incapaz,
Em nada ter paz.
Nada, nada!
Quem sabe nadando vou
Por um oceano turbulento de idéias,
Mil e uma razões,
Complicações
Até não achar mais fôlego,
Braços e pernas,
E me entregar ao mar...
Quem sabe não me arremesse
Em novas terras,
Nesse cantinho que busco,
Que mais desejo agora,
Longe de tudo.
Corpo e alma lavados,
Sangue e ar renovados.
A mente transpõe as barreiras
Me faz querer esse lugar,
Mas os pés presos ao chão
Não me deixam crer;
Tenho que ficar.
Se não posso nadar nesse oceano,
Se essa terra não é ali ao lado,
O que posso ter em minhas mãos?
Como tirar essa dor do coração?
Alguém me responda, por favor,
Porque transbordo em “Nãos”...