Flor® - em 05 de setembro de 2006


Não existe flor mais linda
Do que aquela que adorna a vida
No canteiro de nosso coração.

Flor que pinta o dia,
Perfuma a história,
Traduz emoção.

Eu encontrei a minha.
Flor sem nome de flor.
Carolina Helena, minha doce alegria.
Perfume que traz calor.

Singela forma de Deus
De dedicado amor.
Beleza dos caminhos meus.
Flor mais bela que toda flor.

Seja em mim um hábito - em 29 de Julho de 2009


* Atendendo pedidos feitos na última postagem, quebro a sequência cronológica dos textos para postar um vídeo caseiro do amigo Matheus Inácio com a música-tema da XIX Conferência Missionária da Igreja Presbiteriana de Brasília realizada no mês de agosto.
Espero que gostem!




Seja em mim um hábito
Letra: Filipe Hagen
Melodia: Matheus Inácio

Sonhando os Teus sonhos
Tenho a garantia
De voar bem mais longe
Do que posso alcançar.
Mesmo que o destino
Não tenha um endereço,
No centro da Tua vontade
É onde eu quero estar.

Tua Verdade pra sempre quero amar.
Minha missão: Tua Palavra anunciar.
Onde me plantas, onde me colocas,
Para onde irei isso não importa.
Teu querer é meu realizar.

Prepara-me, ó, Senhor,
Pra cumprir Teu chamado,
Pra fazer a Tua obra,
O Teu nome anunciar.
E que falar do Teu amor
Seja em mim um hábito,
Seja vida e fato
E o meu desejar, Jesus.

Fé em Deus® - em 02 de Setembro de 2006


Se desamparado tu te sentes,
Se angustiado tu estás,
O mundo, gigante, te sufoca.
Com fome voraz ele está.
Tu, pequeno, não encontras resposta.
Tua força parece desmoronar.

Fé em Deus.
Ele tem a esperança,
O descanso, a vitória pra te dar.
Diga a Deus o que te apavora.
Tua oração Ele irá escutar.

Amor é vinho bom® - em 02 de Setembro de 2006


Amor é vinho bom.
Safra divina que brota nos corações.
Aguça os sentidos,
Desperta mil sensações.

Amor é vinho bom.
É dom de Deus servido em taças frágeis,
Corações moldados do pó.
Dá sabor a cada ato.
Alegria em todo tempo.

Amor é vinho bom.
Deve ser partilhado.
Vivido e transbordado
Para Deus ser conhecido.
Ser louvado.

Caminho de nós dois® - em 15 de Agosto de 2006


No caminho de nós dois,
Encontramos pontes,
Pintamos sóis.
Você pode pedir flores,
Eu encomendo girassóis.

No caminho de nós dois,
Você deseja o entardecer,
Eu mando logo a lua aparecer.
Você pode querer mar.
Eu peço ao céu para chorar.

No caminho de nós dois,
Tudo podemos ter,
Basta apenas sonhar.

Nossa trilha sonora num dia frio,
Uma eternidade pra se abraçar.
Nossos dias contados em um livro
Ou rimadas em canto lírico.

No caminho de nós dois,
Nos achamos entre amigos
Ou nos divertimos a sós.
Tudo vale, tudo é muito bom.

No caminho de nós dois,
Posso ser seu grande amor,
Você, meu quente abrigo.