Brasis® - em 07 de Março de 2007


Brasil que se veste
Nas cores da bandeira
Quando a bola rola
Nos gramados do mundo.

Brasil que se veste de luto
Quando vê que não é bola que pinta,
Mas sujeira e mentira
Nos gramados da Esplanada.

Brasil que se veste de branco.
‘Modelo de diplomacia’.
Que recebe a todos
Com respeito e alegria.

Brasil que se utiliza dos panos
E, por debaixo dos mesmos,
Amontoa problemas.
Ignora a descrença.

Dois Brasis de um Brasil
Que precisam a Deus se render.
Mudança de rumo e justiça
Só Nele vamos ter.



* Charge retirada de "radioloandafm.wordpress.com"

Pelego® - em 01 de Março de 2007


Eu preciso de aconchego,
Do calor de um pelego
Pro meu corpo repousar.

É que eu não me agüento,
Meu trabalho é sonolento.
"- Dá pra me liberar?"

Espero sombra e sossego
Água gelada e doce de pêssego
Pra minha folga desfrutar.

Porém, sei que o meu sustento,
Meu cuidado e descanso
Só o Pai pode me dar.
Debaixo de Suas asas me deleito
Com Seu amor a me guardar.